E é verdade, também que pouca gente entendeu a teoria maluca do menino maluquinho mas ele ria baixinho quando a saudade apertava pois descobriu que a saudade era o lado de um dos lados da vida que vinha aí.
Agora, vejam se pode uma descoberta dessas!
Só mesmo sendo maluco ou sendo amado demais.

Ziraldo. O Menino Maluquinho. Melhoramentos: 1994. páginas 85-87