Olha como você é ridícula! Olha esse cabelo ridículo! Esse óculos roxo ridículo! Ai menina! Anda direito! Senta direito! Conjugue os verbos feito gente! Que mania é essa de comer Waffles e tomar achocolatado no Terceirão? Isso é coisa para a sua idade? Engole o choro! Pára de ter pena de si mesma! Grande coisa você não saber nada de Física mecânica! Eu não tenho nada a ver com isso! Eu sou sua consciência e não o seu cérebro! Pára de repetir que você não vai usar isso para nada na sua vida, usa sim! Usa para passar no vestibular! Agora volta para aquela apostila azul royal e dê um jeito de entender aquelas fórmulas chatas cheias de coisas que querem dizer outras coisas em outras apostilas cheias de outras coisas! É o jeito! Está no programa, não reclame! Quando eu era a consciência de outra menina, era muuuuuuito mais fácil! A garota não me dava trabalho algum! Não era chorona e dramática feito você, que vergonha viu?! Larga essa vontade louca de explodir o mundo vai. Solta a caneta bic, faz favor? Enfiá-la na cabeça não vai fazer você passar no vestibular! Sim, sim, eu sei. O mundo é injusto, você não merece isso, ninguém te ama, ninguém te quer “blábláblá” entendi. E agora? Passou? Vamos lá, eu deixo você se entupir de Danet de chocolate! Mas só hoje, ok? Vou deixar para pesar mais tarde, quando você terminar.