E esses seus peitos de plástico? Vai levar? Virgínia sai da sala e chega ao quarto batendo o salto alto no assoalho. Olha para o marido que está segurando seu sutiã de silicone e fica sem graça. Isso não é plástico! É extremamente útil para aqueles meus 2 vestidos de festa, portanto pode pôr na mala. Felipe encara-os com cara feia, mas arruma espaço para a estrutura gelatinosa no bolso da frente da mala.
Os saltos de Virgínia não param pelo apartamento, compõem um barulho repetitivo e sem ritmo. Felipe gosta de vê-la empolgada para sair da rua apertada e cheia de carros que é a Voluntários. Agora ela havia conquistado um novo cargo na sua vida, de dentista passou a ser esposa. Assim, promovida à companheira eterna, nada mais justo que sair do buraco que se enfiou há 7 anos atrás. Será que não vou incomodar? Gi, nós casamos, esqueceu? Ai, eu sei – ela aparece na porta do quarto segurando algumas toalhas – mas tenho tanto medo de você enjoar de mim. Não vou. Promete? Prometo!

Jurados. Estão jurados através do pacto assinado com palavras babadas de amor.